Abstinências

Agosto 25, 2009

«O caso dos Parses de Bombaim é um caso curioso. Quando esta trabalhadora e empreendedora tribo, constituída pelos descendentes dos adoradores de fogo persas chegou à Índia ocidental, obrigada pelos califas a fugir do seu país natal, eles foram recebidos com tolerância pelos soberanos hindus, sob condição de não comerem carne de vaca. Quando posteriormente, aquelas regiões caíram sob o domínio dos conquistadores maometanos, os Parses obtiveram destes a continuação da indulgência, sob condição de se coibirem de comer carne de porco. O que era, a princípio, obediência à autoridade tornou-se uma segunda natureza e, até aos nossos dias, os Parses não comem carne de vaca nem de porco. Embora a sua religião não exigisse esta dupla abstinência, esta transformou-se, com o tempo, num costume da sua tribo; e costume, no Oriente, é religião

[Tivessem os católicos ocupado a região impondo as suas abstinências particulares e os Parses não teriam durado muito tempo.] – Sobre a autoridade moral da opinião pública, nota de On Liberty, J.S. Mill

Anúncios

2 Responses to “Abstinências”

  1. daniela Says:

    uma coisa é deixar de comer carne de vaca ou de porco, outra coisa é deixar de fazer coisas mais carnais. e aí acho que eles não iam fazer nenhum pacto, mas tentar correr os católicos de forma violenta xD

  2. pedro leitao Says:

    porque é que nenhum religião se insurge contra as batatas, por exemplo? Ou,hum, contra os queijos? A carne é sempre a grande vítima das religiões. E eis o meu grande pensamento do dia :P


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: